SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19

SENADO FEDERAL CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI

A STELMAT visa o fortalecimento dos negócios em governança de TI
Av. Isaac Póvoas, 927, Bairro Goiabeiras

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

quinta-feira, 5 de novembro de 2020

Candidatos LGBTs obtêm vitórias históricas nos EUA

Delaware elege primeira senadora estadual transgênero, Sarah McBride. Gays negros conquistam cadeiras em legislativos estaduais e também no Congresso. Candidatos da comunidade LGBTs fizeram história nesta terça-feira (03/11) ao conquistarem vários cargos legislativos nos Estados Unidos.
No estado de Delaware, Sarah McBride se tornou a primeira senadora estadual abertamente transgênero da história do país. McBride, que trabalhará no Senado estadual e não no federal, será a transgênero de mais alto cargo nos EUA. "Conseguimos, ganhamos as eleições. Espero que esta noite mostre a uma criança LGBT que nossa democracia é grande o suficiente para ela também", disse, em comunicado, a nova senadora democrata, que venceu com 86% dos votos do seu distrito.
Aos 30 anos, McBride passou a vida inteira entre a política e o ativismo e foi estagiária na Casa Branca durante a presidência de Barack Obama.
Em Vermont, Taylor Small, de 26 anos, tornou-se a primeira deputada estadual transgênero desse estado.
Em todos os Estados Unidos, ao menos 35 de um total de 574 candidatos LGBTs devem ser eleitos, segundo estimativas preliminares. Entre eles estão Ritchie Torres e Mondaire Jones, respectivamente o primeiro afro-latino abertamente gay e o primeiro gay negro eleitos para o Congresso.
"As vitórias desta noite para as pessoas de cor e transgêneros da comunidade LGBTQ americana são históricas e vêm com muito atraso", afirmou a ativista Sarah Kate Ellis, presidente da organização GLAAD, de defesa dos direitos LGBTs.
Outra vitoriosa é Mauree Turner, que é negra, se apresenta como não binária (que não pertence nem ao gênero masculino nem ao gênero feminino) e se tornou a primeira deputada muçulmana de Oklahoma.
Michele Rayner-Goolsby tornou-se a primeira mulher negra abertamente LGBT a conquistar uma cadeira no legislativo da Flórida, e Shevrin Jones se tornou o primeiro senador negro LGBT do estado.
A Geórgia também elegeu sua primeira senadora abertamente LGBT, a pastora episcopal negra Kim Jackson.
AS/rtr/afp/lusa/cp
Caminho Politico #caminhopolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos