DIRETO DA VENEZUELA

DIRETO DA VENEZUELA
Tweets por ‎@infoenlaceweb INSTAGRAM @INFOENLACEWEB

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Endereço: Av. André Maggi, 6 - Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2021

CORONAVÍRUS: Nova Zelândia registra 1º caso comunitário de contágio desde novembro

Mulher que retornou da Europa passou por quarentena de duas semanas e foi inicialmente liberada após testar negativo. Diretor de Saúde suspeita de caso de nova variante que está circulando no Reino Unido e Brasil. O ministro para a Resposta à Covid-19 da Nova Zelândia, Chris Hipkins, confirmou neste domingo (24/01) que o país registrou o primeiro caso de contágio comunitário do novo coronavírus desde novembro.
"Não sabemos a origem ou a variante da infecção. É importante não especular até que tenhamos a informação", disse o integrante do governo, em entrevista coletiva.
Hipkins relatou se tratar de uma mulher de 56 anos, que retornou recentemente para a Nova Zelândia, proveniente da Europa. Ela passou por quarentena obrigatória de 14 dias em um hotel de Auckland, que foi transformado num centro para isolar recém-chegados no país.
O ministro garantiu que todas as medidas necessárias estão sendo tomadas para isolar o contágio, com o rastreamento de todos os contatos da infectada. Além disso, afirmou que os detalhes sobre o caso serão divulgados nos próximos dias.
Segundo um comunicado do Ministério da Saúde neozelandês, a mulher esteve na Espanha e Holanda, a trabalho, e viajou de Londres para Auckland, com escala em Singapura. O desembarque na cidade aconteceu em 19 de dezembro.
Durante a quarentena, ela testou negativo para o novo coronavírus em testes realizados em 2 e 10 de janeiro, tendo concluído o período de isolamento no último dia 13.
Liberada do período de quarentena no hotel, a mulher começou a apresentar sintomas leves da Covid-19, que acabaram piorando. Na sexta-feira, ela voltou a ser submetida a exame.
Não se sabe como a mulher foi infectada ou se a infecção é nova. Mas como ela testou positivo vários dias depois de ser liberada da quarentena e já estava em casa, as autoridades estão tratando o episódio como um "provável caso comunitário".
As autoridades lançaram uma busca ativa de casos de contato, já que a mulher e o marido passaram vários dias na região Northland, no norte do arquipélago, quando ela estava potencialmente contagiosa e teria visitado cerca de 30 lugares.
O diretor-geral de Saúde do país, Ashley Bloomfield, disse que seu departamento suspeita que se trata de um caso da "variedade mais transmissível" da cepa altamente contagiosa do vírus que está circulando no Brasil, África do Sul e Reino Unido.
"Este é um lembrete para todos nós que a pandemia continua e que este é um vírus complicado", completou.
O último caso de contágio comunitário na Nova Zelândia havia sido registrado em 18 de novembro. O país tem, no total, 2.280 positivos contabilizados e 25 mortes, sendo um dos menos afetados no mundo pela pandemia.
Além disso, mais o governo adquiriu mais de 18 milhões de doses de vacinas contra o novo coronavírus e espera imunizar os mais de 5 milhões de habitantes no segundo trimestre deste ano.
JPS/efe/cp
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos