TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

quarta-feira, 20 de janeiro de 2021

TRANSFERÊNCIA DE RENDA: Max Russi articula Ser Família para atender Barão de Melgaço

Programa social atenderá pessoas em extrema vulnerabilidade econômica, idosos, crianças, pessoa com deficiência e mulheres vítimas de violência doméstica.
A pedido do primeiro-secretário da Assembleia, deputado Max Russi (PSB), a primeira-dama, Virgínia Mendes solicitou à Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setacs), que inclua o município de Barão de Melgaço no programa Ser Família. O objetivo é atender famílias em extrema vulnerabilidade econômica, idosos, pessoas com deficiência, crianças e mulheres vítimas de violência doméstica. Segundo a prefeita da cidade, Margareth de Munil (PSDB), essa ação irá mudar a qualidade de vida de centenas de pessoas. Ela explica que devido às dificuldades enfrentadas pelo assoreamento da Baía do Chacororé, muitas famílias que dependiam da pesca estão sem renda.
“Essas pessoas não sabem nem como vai ser o dia de amanhã. Não tem mais o peixe para vender, muito menos para comer, já que o Chacororé está em alerta. Quem planta, também enfrenta sérias dificuldades, devido à falta de estrutura. Até para plantar mandioca aqui está complicado”, desabafou Margareth.
A prefeita agradeceu o parlamentar pelo apoio ao município e destacou a importância dessa iniciativa. “O deputado Max e a primeira-dama, Vírginia Mendes, estão de parabéns pelo empenho e dedicação a esse programa humanizado, que dá condições de sobrevivência ao ser humano, sobretudo dignidade às pessoas em dificuldades financeiras”, observou.
De acordo com o deputado, a previsão é que Barão de Melgaço seja atendido ainda nesse primeiro semestre. Nessa primeira etapa, a Setacs atende 23 municípios. A iniciativa prevê a distribuição de renda para pessoas em extrema pobreza, totalizando 5,5 mil cartões.
“Torcemos para que Barão seja atendido o quanto antes, mas tudo envolve planejamento com base em orçamento disponível para que a transferência de renda ocorra. Mas, existe aí uma previsão para que os cartões sejam entregues às famílias até junho desse ano. Fiz o pedido pessoalmente à primeira-dama, dona Vírginia Mendes, pessoa extremamente engajada com as causas sociais, devido à fragilidade que o município enfrenta atualmente”, explicou Russi.
O deputado é autor do programa, antes intitulado “Pró-Família”. A iniciativa surgiu em 2017, quando Max Russi esteve à frente da Setacs. No período em que respondeu pela pasta, a secretaria chegou a atender cerca de 20 mil famílias em quase todo o estado.
Ser Família
O programa SER Família é composto por cinco cartões. O cartão que leva o mesmo nome do programa, SER Família, será destinado às pessoas que vivem se situação de extrema pobreza, cuja renda per capita não ultrapasse o limite de 1/3 do salário mínimo vigente, e o valor pago mensalmente é de R$ 100 reais.
O Cartão SER Idoso será destinado às pessoas com mais de 60 anos em condição de vulnerabilidade social para a compra específica de medicamentos. E o valor pago é de R$ 120 reais.
Já os recursos do cartão SER Criança, que atenderá as famílias que tenham crianças em idade escolar, em faixa etária de até 12 anos, poderão ser usados unicamente para a compra de vestuário, gêneros de primeira necessidade e materiais escolares. O cartão é único por família independente do número de crianças e o valor pago mensalmente é de R$ 120 reais.
O Cartão SER Inclusivo é um benefício para pessoas com deficiência para a compra de alimentos e medicamentos e o valor também é de R$ 120 reais.
O programa também atenderá o público feminino através do cartão SER Mulher, destinado para as mulheres vítimas de violência para custeio de moradia, no valor de até 1 salário mínimo.
Com Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos