TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19

TODOS JUNTOS CONTRA A COVID-19
Acompanhe os números de evolução da doença pelo painel do Ministério da Saúde

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS

TRANSPARÊNCIA CORONAVÍRUS
Praça Alencastro, nº 158 - Centro

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2021

AUDIÊNCIA PÚBLICA: Vereadores e vereadoras participam de audiência e destacam importância de debater mudança do modal

Os vereadores e vereadoras de Cuiabá participaram da audiência pública na Assembleia Legislativa, na tarde desta quinta-feira (04), que discutiu sobre a mudança do modal em Cuiabá e Várzea Grande.
O presidente da Câmara Municipal, Juca do Guaraná Filho (MDB), agradeceu ao deputado estadual Valdir Barranco (PT), autor de requerimento para audiência, por ter convidado o Legislativo cuiabano para participar das discussões sobre a troca do transporte. Ele ressaltou que a Câmara tem que ser ouvida nesse processo. “Pela primeira vez que a Câmara de Cuiabá está sendo ouvida sobre esse assunto. Aqui estão presentes os 25 vereadores e vereadoras por causa da tamanha importância do assunto para nós, mas sequer o tema foi discutido com a Câmara, sequer recebemos convite para participar de reuniões. Cuiabá precisa ser ouvida”, disse o presidente.
Ele ainda parabenizou o deputado federal Emanuelzinho por ter sugerido para que a população seja ouvida, através de plebiscito, sobre a mudança do Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) pelo BRT (Ônibus de transporte rápido). Juca destacou que mais de R$ 1 bilhão já foi gasto com o VLT e que qualquer decisão sobre o futuro da obra não pode ser monocrática.
“Nós vamos lutar para que Cuiabá tenha o melhor no quesito transporte coletivo”, destacou.
A vereadora Edna Sampaio (PT) comentou que algumas questões sobre o tema “pairam no ar” e que precisam ser respondidas do ponto de vista técnico. Como exemplo, a parlamentar questiona qual é a viabilidade para mudar o modal “nessa altura do campeonato” sendo que já foi gasto mais de R$ 1 bilhão.
“Nós, trabalhadores e trabalhadoras desta capital, não podemos ser penalizados”, disse.
O vereador Renivaldo Nascimento (PSDB) comentou que pelos valores já aplicados na obra do VLT “não tem mais retorno”. “Eu quero ações que possamos olhar para frente, para que tenhamos um transporte coletivo à disposição da população moderna e acessível”.
Assessoria/Caminho Político
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos