Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Sindacs consegue carta sindical após trabalho de Dr. Leonardo

O Governo Federal emitiu Carta Sindical do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde (SINDACS-MT) do Estado de Mato Grosso, após trabalho de gestão do presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos ACS e ACE, deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT), a pedido da presidente sindical Dinorá Magalhães. O documento foi emitido Diário Oficial da União, na segunda-feira (22).
A Carta Sindical é o ato de concessão, pelo Poder Público, da personalidade jurídica sindical, que permite ao sindicato a representação jurídica da categoria e a negociação coletiva. Para obter esse documento, é preciso cumprir formalidades exigidas pela lei e passar pelo crivo do Governo Federal.
A demanda foi levada pela presidente do Sindacs, Dinorá Magalhães, ao presidente da Frente em Defesa dos ACS e dos ACE desde o início de 2020 e desde então Dr. Leonardo vem estreitando diálogo com o Ministério da Economia sobre essa pauta. Foram várias reuniões, presenciais e virtuais, que culminaram, recentemente, na publicação do registro.
“O Sindacs é uma entidade histórica na defesa dos ACS em Mato Grosso e eu não poderia ficar sem a carta sindical, por isso me empenhei pessoalmente e dediquei minha equipe a este assunto. A carta sindical garante um novo nível para a representação da categoria, mas nosso trabalho não para por aí”, afirmou Dr. Leonardo. Ele também comemorou o apoio do senador Carlos Fávaro a causa.
NOVO CBO - Ao mesmo tempo, o De. Leonardo também tem cobrado uma nova Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), específica para agentes comunitários de saúde e de combate a endemias em nível técnico. Um acordo inicial garantiu a criação de uma especificação no CBO atual, garantindo o direito dos ACS e ACE serem reconhecidos como técnicos quando possuírem o curso e, quando aumentar o número de profissionais em nível técnico, criar um novo CBO exclusivo.
Assessoria/Caminho Político
Fanpage - Facebook: Dr Leonardo
Instagram: Dr. Leonardo
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos