PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

Hospital Estadual Santa Casa

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Sindacs consegue carta sindical após trabalho de Dr. Leonardo

O Governo Federal emitiu Carta Sindical do Sindicato dos Agentes Comunitários de Saúde (SINDACS-MT) do Estado de Mato Grosso, após trabalho de gestão do presidente da Frente Parlamentar em Defesa dos ACS e ACE, deputado federal Dr. Leonardo (Solidariedade-MT), a pedido da presidente sindical Dinorá Magalhães. O documento foi emitido Diário Oficial da União, na segunda-feira (22).
A Carta Sindical é o ato de concessão, pelo Poder Público, da personalidade jurídica sindical, que permite ao sindicato a representação jurídica da categoria e a negociação coletiva. Para obter esse documento, é preciso cumprir formalidades exigidas pela lei e passar pelo crivo do Governo Federal.
A demanda foi levada pela presidente do Sindacs, Dinorá Magalhães, ao presidente da Frente em Defesa dos ACS e dos ACE desde o início de 2020 e desde então Dr. Leonardo vem estreitando diálogo com o Ministério da Economia sobre essa pauta. Foram várias reuniões, presenciais e virtuais, que culminaram, recentemente, na publicação do registro.
“O Sindacs é uma entidade histórica na defesa dos ACS em Mato Grosso e eu não poderia ficar sem a carta sindical, por isso me empenhei pessoalmente e dediquei minha equipe a este assunto. A carta sindical garante um novo nível para a representação da categoria, mas nosso trabalho não para por aí”, afirmou Dr. Leonardo. Ele também comemorou o apoio do senador Carlos Fávaro a causa.
NOVO CBO - Ao mesmo tempo, o De. Leonardo também tem cobrado uma nova Classificação Brasileira de Ocupações (CBO), específica para agentes comunitários de saúde e de combate a endemias em nível técnico. Um acordo inicial garantiu a criação de uma especificação no CBO atual, garantindo o direito dos ACS e ACE serem reconhecidos como técnicos quando possuírem o curso e, quando aumentar o número de profissionais em nível técnico, criar um novo CBO exclusivo.
Assessoria/Caminho Político
Fanpage - Facebook: Dr Leonardo
Instagram: Dr. Leonardo
@CaminhoPolitico

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos