Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

quinta-feira, 29 de abril de 2021

A COMPOSTAGEM como SOLUÇÃO e SUSTENTABILIDADE

No decorrer da história, a sociedade sempre produziu resíduos sólidos de diversas naturezas. O gerenciamento desses resíduos também sempre foram um problema na história da humanidade, inclusive causadores e responsáveis por diversas doenças que assolaram o mundo na idade média em virtude da ausência de um controle sanitário.
Com efeito, hodiernamente, nossa capital Cuiabá produz em torno de 350 toneladas de lixo diariamente, sendo que aproximadamente 100 dessas toneladas são de resíduos sólidos orgânicos. Há indícios de que a compostagem já era praticada aproximadamente há dois mil anos na China; há também passagens bíblicas que citam a pratica de correção do solo no afã de enriquecer de nutrientes e desta forma potencializar a produção e os resultados agrícolas, ou seja, tratava-se de uma espécie de compostagem.
Mas o que é compostagem? É simples, a compostagem é um método de tratamento sustentável dos resíduos sólidos orgânicos, que após passarem por um processo termofílico (aproximadamente 6 meses) essa mesma matéria orgânica, agora transformada pela ação de colônias de microrganismos, se transforma em composto orgânico, húmus ou popularmente conhecido como o adubo orgânico.
O resíduo sólido orgânico não tratado e apenas depositado em algum lugar que não seja a destinação correta, produz impactos ambientais, haja vista que libera gás metano, bem como produz chorume, logo, poderá nutrir o solo de forma irregular no local onde fora depositado, provocando mudanças nas características naturais ambientais específicas daquele determinado local, atraindo vetores, aves e etecetera.
Isso posto, é que a compostagem se apresenta como uma solução sustentável para um emergente imbróglio social, que é a destinação adequada e científica dos resíduos sólidos orgânicos devidamente segmentados para local específico de compostagem (pátio de compostagem), onde serão tratados, e ao final do processo tornar-se-ão adubos retornando novamente para o solo, nutrindo lavouras, plantações, jardins e inúmeros locais em que poderão ser aplicados.
Em sequência, é desta forma que se manifesta a sustentabilidade mediante um ciclo, a sociedade produz o resíduo sólido orgânico, essa matéria passa pelo processo de compostagem e se transforma em adubo orgânico, após é aplicada em determinada plantação, essa plantação por sua vez, servirá de alimento para humanos ou animais e assim sucessivamente.
Além disso, estaríamos diante da resolução de um grande problema social, pois estamos falando de aproximadamente 30% do lixo produzido em nosso município retornando para o solo de forma sustentável, fomentando a economia através dos empregos e impostos gerados, bem como reduzindo os impactos ambientais oriundos de atividade humana.
Rodolfo Dutra Haubert é advogado e funcionário público.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos