PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
Prefeitura publica novo decreto e mantém fiscalização rígida contra pandemia Várzea Grande vacina Guarda Municipal e forças de segurança e vai abrir cadastro para idosos acima de 60 anos Várzea Grande e Assembleia Legislativa vão abrir novos pontos de vacinação Várzea Grande abre inscrição para 60 anos depois de vacinar 6,5 mil pessoas nos últimos dias

HOSPITAL H•BENTO

HOSPITAL H•BENTO
Av. Dom Aquino, 355 • Centro, 78015-200 • Cuiabá - MT

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS

VI SIMPÓSIO SOBRE DISLEXIA DE MATO GROSSO – 2021 - MINICURSOS
PLATAFORMA EAD DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA DO ESTADO DE MATO GROSSO Cuiabá - MT.

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

sábado, 19 de junho de 2021

Chega às mãos do governador do Mato Grosso ofício da Ecoa que solicita a não aprovação de represas no rio Cuiabá

O deputado estadual do Mato Grosso, Wilson Santos, fez chegar até o governador do Mato Grosso ofício da Ecoa que sustenta que a não aprovação das represas no rio Cuiabá é essencial para a preservação de peixes migradores.Através do deputado estadual Wilson Santos, vice-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso e presidente da Comissão de Constituição e Justiça, a Ecoa fez chegar nas mãos do governador do Mato Grosso, ofício no qual mostra os principais danos de barragens no rio Cuiabá e solicita a não aprovação das represas que estão previstas para serem instaladas na região. O ofício chegou até o deputado Wilson Santos, por intermédio de Nilma Silva, presidente da Associação do Segmento de Pesca de Mato Grosso.No ofício está escrito que a Ecoa, a Rede Pantanal e dezenas de outras organizações entendem que a construção das represas contribuirá para a perda de capacidade dos peixes migradores se reproduzirem, acarretando prejuízos ambientais, econômicos e sociais.eis Pequenas Centrais Hidrelétricas (PCHs) estão previstas para serem instaladas ao longo do rio Cuiabá, zona vermelha, segundo a Agência Nacional de Águas (ANA), ou seja, zona de grande impacto ambiental para toda a Bacia do Alto rio Paraguai (BAP). São elas: Angatu I, Angatu II, Iratambé I, Iratambé II, Guapira II, e Perudá, previstas para serem instaladas no estado de Mato Grosso, nos municípios de Nobres, Rosário Oeste, Jangada, Acorizal, Várzea Grande e Cuiabá.
Os impactos vão desde a perda de conectividade entre planície e planalto, o que afeta diretamente no processo migratório dos peixes, a perda de nutrientes e sedimentos importantes para a sobrevivência dos rios, até a alteração do regime hidrológico, que poderá ser sentida em toda a planície pantaneira.
Organizações nacionais e internacionais e movimentos sociais, representados pela Rede Pantanal, Coalizão pela Proteção Permanente de Rios no Brasil, Fórum Nacional da Sociedade Civil nos Comitês de Bacias Hidrográficas, Humedales Sin Fronteras e Observatorio Pantanal, criaram uma petição online para pressionar a Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Mato Grosso (SEMA/MT) contra a aprovação de licença das represas no rio Cuiabá. Você pode acessar e assinar a petição aqui.
Leia o ofício na íntegra aqui.
LEGENDA F1: Nilma Silva entrega ofício da Ecoa para o deputado estadual do MT, Wilson Santos.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos