Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação

Instec Instituto de Tecnologia Educação e Comunicação
Av. Rui Barbosa, S/N- Jardim Universitrio, Cuiabá - Mato Grosso. As informações de contato se encontram no (65) 99293-3962

Vereador Didimo Rodrigues Vovó

Vereador Didimo Rodrigues Vovó
Trabalhar por uma Cuiabá melhor

DE OLHO NOS RURALISTAS!

DE OLHO NOS RURALISTAS!
Observatório de agronegócio e políticas ruralistas no Brasil. As notícias com perspectiva social e ambiental.

Senado Federal

Senado Federal
Para saber mais sobre essa unificação, clique aqui.

sábado, 10 de julho de 2021

JACIARA: Prefeita pede explicações sobre pagamento de trabalhadores demitidos por usina

Usina assegurou o pagamento da dívida trabalhista, avaliada em quase R$ 10 milhões e a retomada das atividades nos próximos 15 dias com a garantia de cerca de 180 contratações. A prefeita de Jaciara, Andréia Wagner (PSB), recebeu em seu gabinete, na manhã desta quinta-feira (8.7), representantes da Usina Porto Seguro de Açucar e Etanol de Bioenergia. Na reunião solicitada pela gestora, ela pediu explicações sobre os prazos para o pagamento de dívidas trabalhistas a centenas de trabalhadores demitidos em janeiro do ano passado, que até agora não saiu do papel.
A demissão ocorreu sem aviso prévio, sob alegação de baixo rendimento. A usina demitiu quase 300 funcionários e o resultado disso foi o acúmulo de uma dívida atualizada de R$ 10 milhões.
Segundo a gestora, a reunião foi positiva. "Nós chamamos a usina para uma tratativa, um diálogo para chegar a um denominador comum e resolver, de fato, a situação de centenas de colaboradores que há 18 meses aguarda pelos pagamentos devidos. São pais de famílias que foram surpreendidos por uma demissão e sem qualquer respaldo. Espero que tudo isso se resolva o quanto antes", destacou Andréia Wagner.
Na reunião foi assegurado à prefeita que, a usina fará o acerto com os trabalhadores em até 18 meses, dependendo do cálculo de cada um. De acordo com o advogado Neilton Cruvinel, o intuito é zerar as pendências com os empregados demitidos e também retomar as atividades da usina dentro de 15 dias e com isso abrir 180 novas contratações diretas, com produtividade no etanol a partir do milho.
"É inegável as dificuldades que a usina atravessou durante esse período que, culminou no abandono momentâneo do projeto de moagem de cana, mas ela vai continuar produzindo etanol a partir de milho, vai gerar menos emprego, mas vai continuar gerando. Vamos iniciar as contratações imediatamente, queremos retomar as atividades em quinze dias. Quanto as pagamentos, a gente vai disponibilizar uma verba mensal para que essa dívida trabalhista seja quitada. Essa é uma preocupação do deputado Max Russi e da prefeita Andréia - que nos procurou várias vezes - e nossa também", salientou o profissional.
Segundo o jurista especialista em gestão de crises e porta voz da Usina Porto Seguro, uma verba mensal será disponibilizada para o pagamento de multas e das dívidas rescisórias. Cruvinel adiantou ainda, que o acordo será feito com cem por cento dos colaboradores. "Esses pagamentos serão feitos , dentro dessa verba mensal que a gente vai estipular, dentro das possibilidades de faturamento que obteremos nos próximos meses e no prazo de 20 a 30 dias, no máximo, já começamos a pagar todos no menor prazo possível", garantiu Cruvinel.
Atuação parlamentar - O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Max Russi (PSB), à época da demissão foi procurado pelo grupo e ofereceu apoio aos trabalhadores demitidos em massa. Um documento em nome do Parlamento Estadual, inclusive, foi encaminhado ao Ministério Público do Trabalho (MPT), cobrando providências.
Na Casa de Leis, o deputado fez um apelo às autoridades judiciárias, durante sessão plenária. Isso porque, a usina não cumpriu com o Termo de Ajustamento de Conduta , firmado com o MPT de Rondonópolis, feito após a demissão em massa. O caso foi tão crítico, que na época da demissão famílias dos trabalhadores sobreviveram à base de doações de cestas básicas, algumas delas segundo o Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Fabricação de Alcool de Jaciara e Região, passaram fome.
Assessoria/Caminho Político
Foto: Vitor Fichio
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos