Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Baronês Cuiabá

Baronês Cuiabá
O cardápio mais nobre de Cuiabá.

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, Cuiabá, 78005-906

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

quarta-feira, 15 de dezembro de 2021

Comissão aprova projeto de Medeiros que prevê desconto no ITR para imóvel rural

A Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que permite aos proprietários de imóveis rurais deduzirem do Imposto sobre a Propriedade Territorial Rural (ITR) as despesas com implantação e manutenção de brigadas voluntárias de combate a incêndios florestais.
Poderão aproveitar o desconto os imóveis regulares junto à Receita Federal, ao Incra, ao Ibama e ao Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio). O Projeto de Lei 637/21, do deputado José Medeiros (Pode-MT), foi aprovado na forma de substitutivo do relator, Zé Vitor (PL-MG). O texto altera da Lei do ITR, tributo de competência federal, cobrado de imóveis localizados fora da zona urbana dos municípios.
Alterações
A redação original do projeto isenta do ITR os imóveis com brigada de incêndio florestal. O relator optou por substituir a isenção pelo desconto com as despesas de manutenção das brigadas voluntárias. Para ele, a medida é mais viável.
Zé Vitor também incluiu um dispositivo para determinar que a brigada de incêndio e o plano de combate a incêndios deverão ser aprovados pelo Sistema Nacional de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (Prevfogo). Criado em 1989, o Prevfogo é de responsabilidade do Ibama.
“Esse plano [de combate a incêndios], e a respectiva brigada de incêndio, serão regulamentados pelo órgão ambiental federal, o que contribuirá para a prevenção de grandes incêndios na área rural”, disse o deputado.
Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado agora pelas comissões de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural; Finanças e Tributação; e Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ).
Caminho Político com informações Agência Câmara
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos