Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Baronês Cuiabá

Baronês Cuiabá
O cardápio mais nobre de Cuiabá.

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, Cuiabá, 78005-906

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

terça-feira, 15 de fevereiro de 2022

INFRAESTRUTURA: Dal Molin apoia manifestação de caminhoneiros na BR-163

Grupo de caminhoneiros que interrompeu parcialmente o tráfego de veículo pesados na BR-163, nesta segunda-feira (14) pedindo manutenção da rodovia. O deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC) classificou como legítima e necessária a manifestação de um grupo de caminhoneiros que interrompeu parcialmente o tráfego de veículo pesados na BR-163, nesta segunda-feira (14), em Cuiabá.
Segundo os manifestantes, a paralisação teve por objetivo chamar a atenção de autoridades para a necessidade de manutenção da rodovia no trecho que compreende a ligação entre os municípios de Cuiabá e Rondonópolis.
“Há tempos a gente vem alertando quanto a isso. A insatisfação dos motoristas profissionais reflete a revolta de todo povo mato-grossense. Não podemos permitir que uma das rotas mais importantes de escoamento do país se transforme num corredor da morte”, avalia Dal Molin.
Sem citar nomes, o deputado estadual associou a precariedade da rodovia aos casos de corrupção envolvendo governos passados e a empresa ligada a concessionária Rota do Oeste.
“O caos vivenciado hoje, nada mais é do que reflexo da irresponsabilidade e corrupção que por décadas esteve entranhado no governo federal. Não tivemos acesso a duplicação da rodovia, pagamos um dos pedágios mais caros do país e ‘rodamos’ por uma das piores rodovias”, afirmou o parlamentar.
Na semana passada, Dal Molin se reuniu com representantes do setor produtivo e lideranças do transporte rodoviário para debater o assunto e definir a data para uma manifestação conjunta.
Prefeitos e vereadores de oito município da região norte do estado, aderiram ao movimento cujo objetivo é homenagear as vítimas fatais de acidentes na rodovia, além de requerer a suspensão da cobrança de pedágio e a intervenção das Forças Armadas para a retomada das obras de duplicação da rodovia.
Conforme Dal Molin, a manifestação estava prevista para ser realizada no último sábado (12), mas precisou ser remarcada a pedido de produtores rurais. A preocupação da classe era que a paralisação prejudicasse o escoamento da safra de soja.
Titular da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, o deputado federal Nelson Barbudo (PSL) confirmou adesão ao manifesto.
“Percorro o estado inteiro de automóvel. Vivencio diariamente as dificuldades enfrentadas pelos irmãos caminhoneiros. Diante disso, sinto-me na obrigação de contribuir com essa louvável iniciativa”, afirmou Barbudo, no dia 9 de fevereiro, durante reunião no gabinete regional do deputado Xuxu Dal Molin, em Sorriso.
Números - Dados divulgados recentemente pela Confederação Nacional dos Transportes (CNT), apontou que houve redução de 11,7% no número de mortos em acidentes na BR-163, em Mato Grosso.
Em 2020, ao todo 85 pessoas perderam a vida na rodovia, sendo que em 2021 o número reduziu para 75 óbitos o que representa uma média de seis mortes por mês.
Apesar da aparente redução do número de vítimas fatais, o estudo aponta que a BR-163 continua sendo a mais violenta. No ano passado, 612 pessoas ficaram feridas após se envolverem em acidentes automobilísticos.
“Diante desses números alarmantes precisamos empoderar o governo federal, por meio do Ministério da Infraestrutura, para que adote as medidas que julgar necessário e reverta essa situação caótica que se instalou em Mato Grosso”, finaliza Dal Molin.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos