Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo Cep: 78.049-901- Cuiabá MT.

Baronês Cuiabá

Baronês Cuiabá
O cardápio mais nobre de Cuiabá.

Prefeitura de Cuiabá

Prefeitura de Cuiabá
Praça Alencastro, Cuiabá, 78005-906

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso

Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso
Cons. Benjamin Duarte Monteiro, Nº 01, Ed. Marechal Rondon

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2022

NOVO ENSINO MÉDIO: Parceria entre Unemat e Seduc possibilita oferta de curso técnico em Agricultura

Uma turma de 50 alunos de nível médio, da Escola Estadual Patriarca da Independência, sediada no Distrito de Progresso, município de Tangará da Serra (243 Km da capital Cuiabá) tem a oportunidade de fazer parte de seus estudos na Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat).
Uma parceria entre Unemat, por meio do programa de extensão MT Horticultura, e Superintendência de Diversidade da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) possibilitou o desenvolvimento do curso Técnico em Agricultura com ênfase em Horticultura. As primeiras aulas já iniciaram esta semana (14/02). Todas as segundas e terças, no período da manhã, os estudantes se deslocarão para a universidade, onde as aulas ocorrerão.
Este curso piloto faz parte do novo Ensino Médio, em que consta a necessidade de implementação do Itinerário Formativo de Educação Profissional e Tecnológica (EPT). O projeto será para a formação de turma única durante, no período de três anos, de 2022 a 2024, podendo ser prorrogado.
A Formação Geral Básica (FGB) será realizada na própria escola e o Itinerário Formativo de Educação Profissional e Tecnológica será realizado no campus da Unemat em Tangará da Serra. Serão utilizados os laboratórios, o campo experimental e a estrutura da Unemat e a Seduc vai fornecer os insumos como contrapartida. Os professores serão os docentes doutores do curso de Agronomia da Unemat e o coordenador do curso técnico será o Prof. Dr. Willian Krause, também responsável pelo programa MT Horticultura.
De acordo com o coordenador, o curso técnico em Agricultura com ênfase na área de horticultura foi escolhido porque a maioria dos alunos da escola residem na zona rural ou as suas famílias vivem de atividades ligadas à agricultura. “O objetivo é capacitar estes alunos visando oferecer conhecimento como insumo para contribuir à redução do êxodo rural, com enfoque nos aspectos produção, comercialização e gestão da atividade”, explicou Willian Krause.
A horticultura é uma atividade agrícola com alta capacidade de geração de emprego e renda. “É recomendada para a agricultura familiar devido à possibilidade de utilizar a família como mão de obra e do alto retorno econômico por hectare”, afirma. No entanto, é uma atividade que demanda a utilização de tecnologia apropriada e o controle eficiente dos custos de produção para ser rentável.
Danielle Tavares/MT Horticultura/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos