Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
AV. CASTELO BRANCO, 2500 - CENTRO SUL, VÁRZEA GRANDE

sábado, 2 de julho de 2022

UFR aprova bônus de 15% a alunos de MT no Enem e destaca atuação de Wellington

De sua parte, senador do PL fez questão de destacar o avanço dos investimentos para consolidação da universidade. Alunos egressos do ensino fundamental das escolas públicas ou privadas de Mato Grosso terão um bônus de 15% na pontuação do Exame Nacional de Ensino Médio (Enem) para ingresso em cursos da Universidade Federal de Rondonópolis (UFR). Ao fazer o anúncio nesta sexta-feira, 1, a reitora Analy Pollyzel, afirmou que a iniciativa se deve principalmente ao trabalho de expansão da universidade, liderado pelo senador Wellington Fagundes (PL-MT) junto ao Ministério da Educação.
A medida vai permitir, objetivamente, que a universidade abra melhores possibilidades para os estudantes mato-grossenses cursarem o ensino superior na UFR. A reitora observou que as vagas nos cursos mais concorridos da universidade, atualmente, são ocupadas em sua maioria por estudantes de outros estados, obedecendo o princípio da universalização estabelecido pelo ENEN.
“Hoje enfrentamos um “apagão” de mão de obra especializada. Por isso, precisamos continuar trabalhando intensamente para qualificar os nossos jovens, abrindo cada vez mais oportunidades” – disse Fagundes, ao reafirmar seu compromisso com a UFR.
Dirigentes da UFR, alunos e professores e administrativos participaram nesta sexta-feira, 1, do lançamento do ato que assegurou uma área de 120 hectares, cedida pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), localizada no Assentamento Carlos Marighela, em Poxoréo, destinada a implantação do Centro de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação - CEPEI/UFR. A articulação foi feita pelo senador Wellington Fagundes.
Além da melhoria da preparação dos estudantes do curso de Zootecnia, a implantação do CEPEI abre também as condições adequadas para o novo curso de Agronomia a partir do ano que vem. “Mas, o mais importante – disse Fagundes – é a abertura de possibilidades para formação de parcerias que beneficiarão a comunidade local e sociedade em geral, com envolvimento de todas setores da cadeia produtiva em âmbito regional e estadual”.
Ao agradecer o reconhecimento da comunidade universitária, Wellington enfatizou que a criação da UFR, a partir do desmembramento da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), assegurou mais investimentos no ensino superior no Estado. Por isso mesmo, segundo ele, segue o trabalho para criação da Universidade Federal do Norte de Mato Grosso e também, no futuro, a Universidade Federal do Araguaia. Segundo ele, o Estado, devido suas dimensões, as distâncias são muito longas. Por outro lado, ressaltou que é a unidade da federação que mais se desenvolve no país. “Mato Grosso é o Estado que pode dar o que o mundo precisa hoje, que é segurança alimentar” – observou.
Relator do orçamento do MEC para 2022, em que deu ênfase à retomada segura das aulas presenciais devido ao ciclo da pandemia, Wellington salientou que o trabalho político para consolidação da UFR é intenso em Brasília. Ele citou a captação de recursos para Usina Fotovoltaica, a conclusão do bloco da Medicina, o ambulatório da universidade e ainda as instalações do espaço administrativo.
“Ao mesmo tempo – acentuou – vamos trabalhar pela expansão da UFR nesta região, criando o campus de Poxoréo e do próprio Araguaia”. Ele fez questão de ressaltar o seu carinho e atenção com o município de Poxoréo – cidade mãe de Primavera, Rondonópolis, São José do Povo e Pedra Preta.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos