Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
AV. CASTELO BRANCO, 2500 - CENTRO SUL, VÁRZEA GRANDE

quinta-feira, 21 de julho de 2022

VÁRZEA GRANDE: Redeiras participam da maior feira de artesanato da América Latina e recebem convite para participar de exposição no RJ

Repetindo o sucesso de 2021, a Associação das Redeiras de Limpo Grande (Tece Arte) retornou da Feira Nacional de Negócios do Artesanato (Fenearte), nesta semana, com novos convites, clientes e admiradores da cultura tradicional de Várzea Grande. O grupo, que tem apoio da Prefeitura de Várzea Grande, por meio da Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Smecel), representou a cidade pela segunda vez no evento, que reuniu mais de 300 mil pessoas entre os dias 6 e 17 de julho. 
"É até difícil descrever a emoção. Clientes do ano passado voltaram para nos visitar, outros que ainda não nos conheciam pessoalmente foram até lá para se apresentar e agradecer pelos produtos; trocamos cartões de visita com curadores e artesãos de diferentes locais. Foi uma experiência incrível e que expandiu ainda mais o alcance de nossa cultura", explicou a presidente da Tece Arte, Jilaine Maria da Silva.
A tecelagem de Limpo Grande é um patrimônio imaterial de Várzea Grande, protegido por lei, e cuja beleza e qualidade são evidentes para qualquer um que tenha a oportunidade de ver uma das redes de perto. "Muitos dos visitantes perguntavam se nosso processo envolvia algum tipo de máquina e ficavam encantados quando explicamos que não, que era totalmente manual, e quando contávamos a história da nossa comunidade", contou Jilaine.
De acordo com o prefeito de Várzea Grande, Kalil Baracat, as redes várzea-grandenses são um ícone da identidade do povo e, por isso, merecem ser conhecidas e reconhecidas por pessoas do mundo inteiro. “Para nós é uma satisfação enorme poder apoiar iniciativas como esta, que conseguem levar para outras regiões aquilo que nós já produzimos", afirmou o prefeito.
"Faz parte de nossa missão como Secretaria garantir que os patrimônios imateriais da cidade, como a produção dessas redes, mas também da viola de cocho e outras manifestações culturais do nosso povo, sejam protegidas e transmitidas para gerações futuras, de forma que continuem vivas e presentes em nossa identidade", completou o secretário Silvio Fidelis.
Além dos clientes, o evento também serviu para conseguir novas oportunidades para o grupo, como é o caso do convite para expor na "Casa do Brasil Central: do Cerrado ao Pantanal", que acontece no Rio de Janeiro entre agosto e outubro deste ano, com apoio do Sebrae e curadoria de Renato Imbroisi. "Isso é algo que vai divulgar e abrir ainda mais portas para o nosso trabalho e para a cultura da nossa cidade", completou.
"A Prefeitura e a Smecel acreditam que é de suma importância esse investimento na participação de nossos artesãos em feiras como a Fenearte, porque além de divulgar e levar as nossas tradições e belezas para estes lugares, é um esforço que soma ao alcance de nossa cultura em uma perspectiva internacional", concluiu o superintendente de Cultura da Smecel, Joilson Marcos da Silva.
Além da Tece Arte, Várzea Grande também teve como representante o artesão Nei Roberto, que trabalha com produtos em madeira. O trabalho da Associação Tece Arte pode ser acompanhado pelas redes sociais em www.instagram.com/teceartemt, onde elas também recebem encomendas.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos