Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE

PREFEITURA DE VÁRZEA GRANDE
AV. CASTELO BRANCO, 2500 - CENTRO SUL, VÁRZEA GRANDE

sábado, 6 de agosto de 2022

CONVENÇÕES: União Brasil oficializa candidatura de Mauro Mendes à reeleição ao governo de MT

Perante milhares de militantes com suas bandeiras, muita batucada e líderes de diferezes matizes, o goverandro Mauro Mendes foi lançando à reeleição, durante a convenção do União Brasil, na noite desta sexta-feira (5), no Ginásio Dom Aquino, na região Leste de Cuiabá. O senador Wellington Fagundes (PL) teve seu nome endossado para reeleição ao Senado, tendo o ex-secretário Mauro Carvalho na primeira suplência. Em discurso, Mauro afirmou que fez “uma caminhada de três anos e meio”, referindo-se ao seu mandato, que acaba em dezembro deste ano.
“Fizemos muito, não tem como não reconhecer. Temos muita coisa para fazer ainda e o que desejamos aqui é que Mato Grosso continue na direção correta”, disse.
Antes da convenção, em entrevista, o governador afirmou que seu debate na campanha não será contra adversários, mas com o eleitor.
Ele foi questionado sobre as críticas feitas pela primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro (PV), que é candidata ao Governo e vai enfrentá-lo nas urnas.
“Eu terei vários adversários, parece que tem três ou quatro candidatos. Meu debate não é com os adversários, meu debate é para convencer o eleitor, convencer o cidadão, daquilo que fizemos e daquilo que poderemos continuar fazendo nos próximos quatro anos”, afirmou Mauro Mendes.
Ele aproveitou para falar sobre ações de Governo.
“Queremos fazer com que nossos seis hospitais iniciados possam ser concluídos nos próximos quatro anos. Queremos ir para reeleição para que a nossa infraestrutura continue melhorando, que nossa educação melhore com obras e ações. Quero continuar como governador porque tenho certeza que vamos construir 40 mil casas populares nos próximos quatro anos”, afirmou.
Empresário, Mauro Mendes presidiu a Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) e o sistema Sesi/Senai, entre os anos de 2007 e 2010.
Ele também foi prefeito de Cuiabá, entre 2013 a 2016.
SENADO
O União Brasil não terá candidato próprio ao Senado.
O partido já fechou aliança com o PL, que homologou, na manhã desta sexta-feira (5), a candidatura do senador Wellington Fagundes à reeleição.
Mauro Mendes defendeu, ao longo dos últimos dias, o palanque aberto, na disputa ao Senado.
A ideia era ter também no palanque a médica Natasha Slhessarenko (PSB), candidata a senadora.
Assessoria/CaminhoPolítico
@caminhopolitico @cpweb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos