Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

domingo, 14 de janeiro de 2024

DINAMARCA: Em cerimônia sem pompa, Dinamarca dá adeus a Margrethe 2ª

Milhares se reunem. em Copenhague para acompanhar a passagem da coroa da monarca a seu filho mais velho, Frederik. Ela surpreendeu dinamarqueses ao anunciar abdicação em pronunciamento de Ano Novo. Apesar das temperaturas congelantes, em torno de 0° C, centenas de pessoas se acotovelam desde as primeiras horas deste domingo (14/01) em frente ao palácio Christiansborg para assistir à cerimônia de proclamação do novo monarca dinamarquês.
A Dinamarca encerra o reinado de 52 anos de Margrethe 2ª, a monarca mais longeva no trono, que abdicará em favor de seu filho mais velho, o príncipe herdeiro Frederik, de 55 anos.
Desde que o país nórdico se tornou uma monarquia hereditária em 1660, nenhum rei ou rainha abdicou, sendo que o último precedente data de 1146, quando Erich 3° deixou o trono para se retirar para um mosteiro.
O anúncio inesperado feito pela monarca em seu tradicional discurso de Ano Novo – ela não contou aos filhos até três dias antes, conforme confirmado pela Casa Real – pegou o país de surpresa, embora a decisão tenha recebido amplo apoio.
A rainha, que reiterou várias vezes que seu cargo era "vitalício", justificou sua aposentadoria recorrendo à sua idade (83 anos), aos problemas decorrentes de uma complicada operação nas costas e à necessidade de abrir caminho para a nova geração.
A escolha da data não é coincidência: em 14 de janeiro de 1972, a então princesa herdeira foi proclamada rainha da sacada do Castelo de Christiansborg, a sede do Parlamento em Copenhague, após a morte horas antes de seu pai, Frederik 9°.
Cerimônia sóbria, sem convidados estrangeiros
O esquema será o mesmo seguido nas quatro sucessões anteriores desde a mudança para a monarquia constitucional em 1849, embora em duas delas tenham sido transferidos para o complexo do palácio de Amalienborg, pois Christiansborg estava sendo restaurado após um incêndio.
Às 14h (horário local) é realizado um conselho de Estado no qual Margrethe 2ª assina, diante dos integrantes do governo, sua declaração de abdicação – a primeira na Dinamarca em 900 anos. No momento em que isso ocorre, a mudança no trono se consuma.
A proclamação real ocorre às 15h, quando o novo rei é proclamado pela primeira-ministra dinamarquesa, Mette Frederiksen, na sacada de Christiansborg. Após as palavras da chefe de governo, o então Frederik 10° faz um breve discurso, e três disparos de 27 salvas serão feitos de uma fortaleza militar no porto.Antes da proclamação, e depois que a sucessão entrar em vigor, Frederik e a nova rainha Mary farão uma pequena recepção com a presença de Frederiksen e dos presidentes da Groenlândia e das Ilhas Faroe, territórios autônomos dinamarqueses, entre outros.
Não haverá convidados reais de outros países na cerimônia, de acordo com a tradição dinamarquesa, que também não inclui coroação, informou a Casa Real, mas Frederik estará acompanhado de seu irmão mais novo, o príncipe Joachim, sem a esposa e os filhos, que, como ele, moram em Washington, e sua irmã mais velha, Mary.
Passeio de carruagem por Copenhague
Embora as autoridades não tenham fornecido estimativas, espera-se que milhares de dinamarqueses se reúnam na capital dinamarquesa, Copenhague, para acompanhar o evento histórico, com muitos hotéis com reservas esgotadas. Já no início da semana quase não havia mais passagens de avião ou trem para a cidade.
A rainha Margrethe e a família real são muito popular no país. Segundo uma sondagem 82% dos dinamarqueses também acreditam que o filho dela será um bom rei.
Milhares de dinamarqueses foram à praça Kongens Nytorv, no centro de Copenhague, na noite passada, apesar das temperaturas abaixo de zero, para assistir a um concerto ao ar livre em homenagem à rainha, que agradeceu no final em um discurso em vídeo.
A polícia pediu que as pessoas usem o transporte público ou caminhem para se locomover pelo centro de Copenhague amanhã, e não aconselho nem mesmo a usar bicicletas, o meio de transporte mais comum na Dinamarca, devido ao fechamento do tráfego e à expectativa de que as ruas estarão cheias, inclusive as ciclovias.
Frederik e Mary sairão primeiro de Amalienborg para Christiansborg de carro, enquanto Margrethe 2ª sairá dois minutos depois de outro dos palácios do complexo de cachuagem; em seu retorno, os novos reis viajarão de carruagem e a rainha, de carro.
O programa de eventos também inclui uma recepção no Parlamento dinamarquês na segunda-feira e um serviço religioso no dia 21 de janeiro na catedral de Aarhus, a segunda cidade do país.
O governo dinamarquês anunciou nesta sexta-feira sua intenção de aumentar o subsídio da Casa Real, assim como o financiamento para a manutenção e reforma dos castelos reais.
md (EFE, AFP)Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos