Prefeitura Municipal de Tangará da Serra

Prefeitura Municipal de Tangará da Serra
Avenida Brasil, 2351 - N, Jardim Europa, 78.300-901 (65) 3311-4800

O MATOGROSSO

O MATOGROSSO
Fatos, Realidade e Interativo com o Público

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Prefeitura de Rondonópolis

Prefeitura de Rondonópolis
Endereço: Avenida Duque de Caxias, 1000, Vila Aurora, 78740-022 Telefone: (66) 3411 - 3500 WhatsApp (Ouvidoria): (66) 9 8438 - 0857

quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024

GUINÉ-BISSAU: Detido deputado Bamba Banjai do MADEM-G15

Bamba Banjai, deputado da bancada parlamentar do MADEM-G15 - segunda força política mais voltada nas últimas eleições legislativas na Guiné-Bissau - terá sido detido na sequência de recentemente conferência de imprensa na qual proferiu duras críticas e acusações contra Sandji Fati, alto dirigente do partido.
Fati encontra-se num momento de divergência com o coordenador nacional do MADEM-G15, Braima Camará. Várias fontes cruzadas em Bissau, disseram à DW que o dirigente terá apresentado uma queixa contra o deputado para que este apresente provas das acusações que fez de que Sandji Fati terá participado em vários casos de assassinatos e corrupção.
Ontem, o líder do MADEM-G15 foi ao Ministério do Interior alertar ao ministro Botche Candé sobre aquilo que considera perseguição política contra o deputado em causa e outros militantes do partido.
Braima Camará disse que a sua própria vida está em risco, alegando perseguição política por parte do regime liderado pelo Presidente Umaro Sissoco Embaló.
Guiné-Bissau: Braima Camará denuncia alegado plano para o matar
Após encontro com o ministro do Interior da Guiné-Bissau, a quem foi apresentar o protesto do seu partido face ao que considera serem "perseguições contra os seus militantes e dirigentes" esta segunda-feira (26.02), Braima Camará denunciou que o seu nome estaria a ser associado à suposta tentativa de golpe de Estado de 1 de fevereiro de 2022, como forma de o eliminar fisicamente.
O coordenador Nacional do Movimento para Alternância Democrática (MADEM-G15) não disse o nome do autor do alegado plano nem qual seria a acusação contra a sua pessoa, mas referiu que "esta acusação aconteceu num encontro que o presidente da República manteve ontem com a comunidade muçulmana [guineense]".
Braima Darame/Caminho Político
@caminhopolitico @cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos