Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

GOVERNO DE MATO GROSSO

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)

Deputado Estadual Drº. Eugênio de Paiva (PSB-40)
Agora como deputado estadual, Eugênio tem sido a voz do Araguaia, representa o #VALEDOARAGUAIA! 100% ARAGUAIA!🏆

Governo de Mato Grosso

Governo de Mato Grosso
Palácio Paiaguás - Rua Des. Carlos Avalone, s/n - Centro Político Administrativo

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso

Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso
Av. André Maggi nº 6, Centro Político Administrativo

terça-feira, 9 de julho de 2024

Portos do Arco Norte assumirão liderança nas exportações e Diego cobra definição sobre BR

O deputado Diego Guimarães (Republicanos) voltou a cobrar celeridade nas discussões sobre a melhor alternativa para a duplicação do trecho norte da BR-163, entre Sinop e a divisa com o Pará. Ele destacou que dados recentes publicados pela Associação dos Terminais Portuários e Estações de Transbordo de Cargas da Bacia Amazônica (Amport) mostram que em cinco anos os portos do chamado Arco Norte serão a principal forma de exportação dos produtos brasileiros, aumentando ainda mais o tráfego na via.
Na avaliação do parlamentar, diante do prazo necessário para que as obras de duplicação sejam concluídas, é fundamental que as tratativas sobre como isso se dará sejam céleres e efetivas. “Todas as semanas, pessoas morrem neste trecho da rodovia que não é duplicado, tem um alto volume de veículos, sobretudo caminhões, e é importante na ligação dos municípios da região. Estas vidas não voltam. Precisamos transformar a rodovia da morte na rodovia da vida, do desenvolvimento”.
Para o parlamentar, os dados revelados pela Amport só aumentam a necessidade de que o tema avance. Segundo a entidade, os portos do Arco Norte concentram atualmente 43% das exportações brasileiras, um crescimento de 30 pontos percentuais em relação a 2008, quando 13% dos produtos produzidos no Brasil eram escoados por estes portos. Diante do crescimento verificado no período, até 2029 espera-se que o percentual ultrapasse os 50%.
“E isso significa que o volume de veículos que trafega por este trecho vai seguir crescendo, gerando mais desconforto, mais insegurança e mais acidentes para a população. Já há estudos da ANTT [Agência Nacional de Transportes Terrestres] que confirmam que o volume de tráfego na BR-163 já justifica a duplicação. O que precisamos mesmo agora é avançar”, destacou.
Atualmente, duas hipóteses são debatidas. Uma delas é que a Via Brasil, concessionária que administra o trecho, renegocie o contrato atual, alongando o período de concessão e incluindo o cronograma para a execução da duplicação. Outra hipótese é o Governo de Mato Grosso, a exemplo do que já fez no trecho da divisa de Mato Grosso do Sul até Sinop, assuma a concessão e execute a obra. O importante não é quem vai fazer, é que esta duplicação saia do papel”, finalizou o parlamentar.
Assessoria/Caminho Político
@caminhopolitico cpweb
Curta nosso Instagram: @caminhopoliticomt
Curta nosso facebook: /cp.web.96

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Ame,cuide e respeite os idosos